Montagens Lena Sacchetto - Natureza by Slidely Photo Gallery

quinta-feira, 17 de março de 2011

O Mágico de Oz












É um conto infantil escrito por L. Frank Baum. É o primeiro de uma série de catorze livros que relata as aventuras da menina Dorothy , do Kansas, na fantástica Terra de Oz.

Vivia a pequena Dorothy com os tios Henry e Emm numa pequena fazenda do Kansas. Seu único amigo era o cãozinho Totó que, durante uma tempestade, desaparece. Procurando-o desesperadamente, a menina entra no abrigo contra ciclones e esconde-se na pequena casa que, levada por um tufão pelos ares, termina por arremessá-la numa distante e desconhecida terra.
No meio da tempestade, Dorothy encontra seu animalzinho. Quando finalmente pousam, descobre que a casa caíra sobre uma perigosa bruxa, matando-a. Surgem alguns homenzinhos - os Munchkins - que eram dominados por aquela malvada senhora. Dorothy é aclamada como heroína, por ter matado a Bruxa do Leste.
Ansiando por voltar para casa, a menina recebe dos habitantes do estranho lugar a orientação de que deveria procurar a ajuda do Feiticeiro de Oz na Cidade das Esmeraldas.
O caminho era o mais fácil - bastava seguir a longa estrada de tijolos amarelos, que cortava o país. Tem início então, a longa jornada através da terra de Oz. Usando um par de sapatinhos vermelho que fora da Bruxa morta, Dorothy parte, com seu fiel Totó...
Ao parar para descansar, Dorothy encontra num grande milharal um pobre espantalho, incapaz de assustar os corvos que atacam a plantação. Para sua surpresa, o boneco é capaz de falar, e revela que seu sonho era ter um bom cérebro para então produzir excelentes pensamentos.
Libertando-o da estaca que o prendia, a garotinha convida-o para ir com ela e Totó até a cidade das Esmeraldas. Lá, certamente, o poderoso mágico haveria de solucionar-lhe o problema. o Espantalho passa a ser o novo amigo de Dorothy.
Seguindo juntos, encontram um homem todo feito de lata, segurando um machado e enferrujado próximo a uma cabana: era o Homem de Lata. 
Após lubrificarem as juntas enferrujadas do novo amigo, este segue junto aos três, pois tenciona obter do Mágico um coração de verdade para si.
Na estrada são atacados por um leão. A imensa fera tenta amedrontar os viajantes, mas Dorothy acaba descobrindo que era uma farsa: o medroso era ele. Junta-se, finalmente, o Leão Covarde à comitiva, a fim de pedir que o Mágico lhe desse a coragem que falta.
O grupo é bem recebido na cidade das Esmeraldas. Lá o Mágico os recebe, sem contudo mostrar-se diretamente: a cada um deles se apresenta numa forma distinta. Exige, para que os atenda em cada pedido, que primeiro livrem-se da perigosa Bruxa do Oeste.
Sem alternativa, vão em rumo da perigosa aventura. A bruxa defende-se, destruindo um a um os companheiros da menina, até fazê-la sua prisioneira. Mas Dorothy termina por derrotá-la e, com ajuda dos Quadlings, os habitantes do país dominado pela feiticeira, resgata também seus amigos. O Homem de Lata é feito imperador dos Quadlings.
Podem, então, retornar à cidade, para obter do poderoso que seus desejos fossem atendidos.
Quando voltam, desmascaram o Mágico - na verdade um pobre velhinho que, tendo aportado na Terra de Oz num balão desgovernado, fingia ser um poderoso feiticeiro usando alguns truques aprendidos nos circos onde trabalhara.
Entretanto, atende a todos: ao Espantalho, dá um certificado da universidade - com o qual o feliz boneco de palha julga-se o ser mais inteligente do mundo; ao Homem de Lata, um coração; ao Leão, uma medalha de reconhecimento de coragem que este acredita ser a coragem almejada. Para Dorothy, decide construir outro balão onde, juntos, poderiam sair de Oz.
Mas, no dia da tão esperada partida, Totó escapa e o balão segue, levando apenas o falso mágico. A menina e seus amigos então decidem rumar até as terras da Bruxa Boa do Norte, Glinda. Após muitas peripécias, são recebidos pela boa amiga que revela à saudosa garotinha que a solução estava em seus pés todo o tempo: o sapato mágico.
Usando da magia dos sapatinhos, Dorothy voa de volta ao Kansas. Termina a primeira de uma série de aventuras que parece não ter mais fim.






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Voe levando meu agradecimento a todos.

Voe levando meu agradecimento a todos.

Volte sempre

Volte sempre

Uma Ótima Semana

Uma Ótima Semana